2022: se queres eleição, prepara-te para a guerra!

Por Natalia Sena. Mas o fato é que não vai ter atalho no enfrentamento contra o governo Bolsonaro. Não há como “esperar para outubro”, “esperar a pandemia passar”, ou se confiar que os resultados das pesquisas feitas hoje vão aparecer nas urnas daqui a 16 meses. É só pela esquerda, com discurso e programa de esquerda, com radicalização, nas ruas e com muita pressão popular e trabalho junto à classe trabalhadora, que vamos construir as condições para derrotar Bolsonaro, seu governo e suas políticas, nas eleições marcadas para acontecer no próximo ano.

0 Comentários