1964-2024: 60 anos do golpe!

Por DNAE. A questão militar é estratégica. Não haverá sequer liberdades democráticas no Brasil, muito menos uma “democracia”, enquanto persistir a tutela militar sobre a sociedade civil, enquanto a tortura não for definitivamente banida, enquanto as Polícias Militares tiverem licença para matar. Razão pela qual devemos incluir a questão militar entre os itens prioritários da ação do PT e exortar o governo do companheiro Lula a tomar medidas imediatas nesse sentido, cumprindo integralmente as recomendações feitas ao Estado brasileiro, pelo relatório final da Comissão Nacional da Verdade, apresentado à presidenta Dilma Rousseff em 2014.

A realidade paralela de Ricardo Capelli

Por Valter Pomar. O mais triste nesta postagem é a ignorância histórica. Desde 1964 até hoje, uma das principais características das forças armadas brasileiras é sua submissão de fato à uma potência estrangeira, os Estados Unidos. Por isso, mas também por razões práticas as mais diversas, se dependesse apenas ou principalmente destas forças armadas que temos hoje, correríamos mesmo o risco de virar um “protetorado indefeso”.

Seção Especial - 30 Anos da AE

Este site é licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição 2.0 Brasil.