Os economistas do PT

Por Luis Sérgio Canário. Acontece que Lula não é mágico, o messias que transforma água em vinho. Ou temos uma política fiscal que satisfaça a Faria Lima e a burguesia financeira, a que manda no pedaço, ou enfrentamos as necessidades de recursos invertendo a equação: a política fiscal que se adeque as necessidades de financiamento do Estado para promover o que se faz necessário.

0 Comentários

Respostas a perspectivas sombrias

Por Wladimir Pomar. Ou seja, ao invés de apenas evitar que os pobres morram de fome, será fundamental incentivar materialmente a população brasileira a ampliar o mercado interno e a participar ativamente da reindustrialização, através de projetos de diferentes dimensões, de propriedade estatal, cooperativa e privada, bancadas e orientadas pelo Estado. O que também pode voltar a interessar empresas estrangeiras, tecnologicamente avançadas, a investirem e produzirem no Brasil, mesmo sob a condição de transferirem novas e altas tecnologias para as empresas brasileiras. 

0 Comentários

Respostas a perspectivas sombrias

Por Wladimir Pomar. É essa combinação estatal e empresarial, voltada para a criação de condições materiais de ingresso num novo patamar de desenvolvimento econômico e social, que pode fazer o Brasil escapar da desindustrialização em curso e evitar as distorções, seja das industrializações dos anos 1950 e 1970, seja da desindustrialização atual. Os propagandistas do mercado financeiro e da burguesia alienada certamente vão afirmar que tais propostas, mesmo que criem um poderoso mercado interno, capaz de consumir plenamente seus produtos, são “socialistas” e/ou “comunistas”. Mas isso já é assunto para a história futura. 

0 Comentários