Biden: o jogo entre mudanças, alternativas e continuidades

Por Mateus Santos. Do ponto de vista da situação brasileira no plano internacional, as mudanças no interior do centro hegemônico devem ser vistas com cautela por parte de um país capitalista dependente e no quadro de uma política exterior desastrosa. Trump saiu da Casa Branca para dar lugar à Biden, porém os EUA continuam sendo os EUA e o Brasil ainda é o Brasil dependente e subserviente nas mãos de Bolsonaro em meio ao jogo de forças no interior do sistema internacional.

0 Comentários