A miragem do mercado – segundo livro da trilogia sobre o “socialismo real” – chega a 3° edição

A miragem do mercado – segundo livro da trilogia sobre o “socialismo real” – chega a 3° edição

A miragem do mercado – segundo livro da trilogia sobre o “socialismo real” – chega a 3° edição

A Miragem do Mercado  (clique aqui ) é o segundo livro da trilogia elaborada por Wladimir Pomar, a partir de sua viagem ao mundo soviético em dissolução, no terceiro trimestre de 1990. Os outros dois livros são Rasgando a cortina e Ilusão dos Inocentes, ambos publicados pelo selo Brasil Urgente, pertencente a editora Scritta, dirigida por Breno Altman.

Esta trilogia começou a ser elaborada logo no início dos anos 1990, depois de Wladimir deixar o Diretório Nacional do PT, onde fora secretário nacional de formação política, um dos responsáveis pelo Instituto Cajamar e coordenador geral da campanha Lula em 1989.

A trilogia não parece ter tido muita repercussão à época do seu lançamento, por motivos variados que escapam ao propósito desta apresentação. Sorte melhor tiveram os livros de Wladimir sobre a China, como é o caso de O enigma chinês: capitalismo ou socialismo (Alfa-ômega e Editora da Fundação Perseu Abramo); China, o dragão
do século XXI (Ática); A revolução chinesa (Unesp); China: desfazendo mitos (Editora Página 13 & Editora Publisher).

Foi só no ano de 2010 que a Editora Página 13 publicou uma segunda edição (eletrônica) de Rasgando e de Miragem. Na época, não se fez segunda edição de A Ilusão. A presente terceira edição da trilogia foi precedida de uma revisão e preparação dos originais, na qual decidimos manter as regras ortográficas vigentes na época da primeira edição.

Na apresentação de Rasgando e da Ilusão, apresentamos o autor e explicamos os motivos que nos levaram a reeditar a trilogia elaborada por Wladimir Pomar exatamente neste momento em que nossos esforços estão voltados para eleger Lula presidente da República. Em resumo: a ansiada vitória de Lula nas eleições presidenciais não vai encerrar nosso combate. Materializar nossa soberania, nossas liberdades, nosso bem-estar, nosso desenvolvimento, exigirá enfrentar e derrotar o imperialismo e o conjunto da classe dominante, ou seja, o capitalismo realmente existente em nosso país. Falando de outra forma, trata-se de construir as condições políticas para fazer, além de políticas públicas, transformações estruturais na sociedade brasileira, em direção ao socialismo.

Com este fim, é útil retomar o fio do debate travado, nos anos 1990, acerca do chamado “socialismo real”. A trilogia escrita por Wladimir Pomar é útil nesse sentido, assim como seus livros sobre a China e seus textos sobre a realidade brasileira, como é o caso de A dialética da história (Editora Página 13), Araguaia, o partido e a guerrilha (Brasil Debates), Pedro Pomar: uma vida em vermelho (Xamã); Quase lá, Lula e o susto das elites (Brasil Urgente), Um mundo a ganhar (Viramundo); O Brasil em 1990 e Era Vargas: a modernização conservadora (Ática). Assim como a autobiografia O nome da vida (Fundação Perseu Abramo), Textos e contextos (Editora Página 13) e Brasil, crise internacional e projeto de sociedade (Fundação Perseu Abramo).

Terminamos esta apresentação reproduzindo as últimas palavras do livro que o leitor tem em mãos: “o debate e o combate permanecem em aberto”.

Valter Pomar

Membro do Diretório Nacional do PT e diretor da Fundação Perseu Abramo.

Deixe um comentário