A reconstrução da frente sindical da AE no Espírito Santo

A reconstrução da frente sindical da AE no Espírito Santo

A reconstrução da frente sindical da AE no Espírito Santo

A reconstrução da frente sindical da AE no Espírito Santo

Por Coordenação Sindical da AE -ES

No Espírito Santo, há algum tempo a coordenação sindical da AE (tendência petista Articulação de Esquerda) não funcionava de forma organizada, mas após o congresso da AE Sindical em 2021, que elegeu a nova direção, os companheir@s começaram a organizar sua frente de atuação.

Para 2022, temos como meta construirmos o seminário da AE Sindical, fazer o debate de contribuirmos e retornarmos para a CUT-ES, bem como da importância da nossa linha politica para o movimento sindical. Nessa caminhada de reconstrução, temos nos reaproximado da base, mapeado e agregando companheir@s importantes para a AE.

Atualmente, no movimento sindical, temos Lino Clero Felet compondo a direção executiva recentemente eleita do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado do Espírito Santo (Sindaema). Ainda elegemos os companheiros na direção do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do ES (SINTESTES), Fábio Lucio, Presidente; Luiz Augusto, Diretor Tesoureiro e Filipe Matias Vice-Presidente, e no Sindicato dos Técnico Industriais do ES (SINTEC) contamos com a participação destacada da Companheira Ana Emília na executiva, e Telmo Sodré e Maurino Fidelis na diretoria.

O SINTEC terá novas eleições no final deste semestre e devido a história e capacidade política do companheiro Telmo Sodré, nós da Coordenação da AE Sindical, avaliamos e apresentamos a candidatura do companheiro a categoria para presidente SINTEC-ES, numa chapa de ampla de unidade, com reais chances de vitória.

A possibilidade de eleição de Telmo nesta chapa é uma alternativa à instabilidade política e dificuldade organizativa de gestão do SINTEC no último período; e a capacidade de voltar a funcionar de forma organizada com uma linha política adequada aos anseios da categoria e trabalhar pela ampliação da base do sindicato, juntamente com a transição geracional, são os objetivos da chapa encabeçada pelos companheiros da AE.

Temos conversado com todos as forças políticas que compõe o SINTEC-ES e para nós da AE é essencial para a sobrevivência do SINTEC a eleição de Telmo; nessa perspectiva, estamos construindo a unidade com aqueles que querem e acreditamos que possam agregar na construção da próxima gestão.

É importante dizer que o SINTEC-ES foi fundamental no debate da efetivação do Conselho Federal dos Técnicos e do Conselho Regional respectivamente. Na direção executiva do CRT, temos o companheiro Marciel Aquino, que concorrerá à reeleição a Diretor Administrativo do CRT, e o companheiro Telmo Sodré será suplente na chapa de conselheiro federal, contribuindo na articulação política no plenário (conselheiros) do CRT-ES. Espaços importantes para construir políticas que regulamentam e valorizam a profissão de técnicos indústrias.

Para além dos espaços em que já estamos, iniciamos a nossa organização para disputar o SINDIUPES – Sindicato dos Professores e Trabalhadores da Educação Pública do ES, já que temos em nossa direção da coordenação sindical da AE companheir@s que são lideranças históricas na base dos professores, como é o caso de Arlete Pereira e de Odilon Lima, além dos demais.

Em 2022, de muitos desafios para AE sindical, destacamos a reorganização da base e atuação mais orgânica de seus membros, com a responsabilidade de eleger Lula presidente para revogar a Reforma Trabalhista e Sindical, que tanto afetou os trabalhadores brasileiros.

Arlete Pereira, Bárbara Hora, Fábio Lúcio, Telmo Sodré e Odilon Lima – Coordenação Sindical da AE-ES

Deixe um comentário