Balanço proporcionais – Adriano Carteiro

Balanço proporcionais – Adriano Carteiro

Balanço proporcionais – Adriano Carteiro

Balanço proporcionais – Adriano Carteiro

Por Adriano Carteiro (*)

A nossa campanha foi construída dentro do movimento sindical, sou vice-presidente do Sintect MS, e um dos nossos maiores desafios foi sobreviver aos ataques a que fomos submetidos pelo governo Bolsonaro, dentre eles a supressão das liberações dos dirigentes sindicais.

Restrito ao local de trabalho, ficou difícil de ampliar a política, ainda mais com o tempo reduzido da campanha, em um estado dominado pelo agronegócio, com candidatos com orçamento declarado de mais de um milhão de reais, essa é nossa realidade no Mato Grosso do Sul.

A construção da nossa candidatura foi feita de forma coletiva e discutida com a base, o engajamento da nossa categoria fica claro quando avaliamos e percebemos que tivemos votos em praticamente todos os municípios do nosso Estado.

Mas sabemos que é pouco, precisamos ampliar para fora do arcabouço dos Correios, esse é um dos maiores desafios a ser superado, que precisamos encarar. Entretanto, avalio que a campanha foi vitoriosa, não conseguimos mandato mas ganhamos na política, a base está toda mobilizada em apoiar e defender a eleição do companheiro Lula.

(*) Adriano Carteiro foi candidato a deputado estadual pelo PT do MS

Deixe um comentário