Orientação Militante N°320 (12 de março de 2022)

Orientação Militante N°320 (12 de março de 2022)

Orientação Militante N°320 (12 de março de 2022)

Boletim interno da Direção Nacional da
tendência petista Articulação de Esquerda
N° 320 (12 de março de 2021)

1.OUTRO VICE É POSSÍVEL

 No dia 4 de março, das 20 até às 23h, fizemos uma reunião da militância petista engajada desde já na campanha Lula, contrária à indicação de um vice golpista e neoliberal (como Alckmin) e comprometida com a construção de uma candidatura à vice-presidência da República alinhada com um programa antineoliberal. Participaram da reunião cerca de 350 pessoas, entre sala zoom e youtube. Falou pela AE a companheira Jandyra Uehara. As decisões ao final foram as seguintes: 1/prosseguir o debate público; 2/prosseguir o debate nas bases; 3/fazer o debate no DN (reunião convocada para o dia 18 de março); 4/reafirmar a necessidade do encontro de tática para decidir sobre a vice; 5/procurar outros setores do partido na perspectiva de fazermos mais debates e também na perspectiva de construir uma candidatura a vice com as características citadas na reunião; 6/produzir um relato desta reunião, para circular amplamente, e também divulgar o link de youtube ( https://www.youtube.com/watch?v=qIWb0hkPdQM ); 7/insistir na prioridade do debate programático.

 2.CAVALO DE TROIA E CAVALO DE PAU

Em vez do “cavalo de Troia” Alckmin, PT precisa é de “cavalo de pau” na estratégia https://pagina13.org.br/em-vez-do-cavalo-de-troia-alckmin-pt-precisa-e-de-cavalo-de-pau-na-estrategia/

 3.PRÉ-CANDIDATURAS DA AE

No dia 6 de março de 2022 às 20h00 realizamos uma reunião nacional (virtual) das candidaturas a deputado estadual, deputado federal, senado e governo vinculadas à AE. Foram convidadas a participar desta reunião – além das direções estaduais – as candidaturas ou, não sendo possível, um integrante da coordenação de cada respectiva pré-candidatura. O objetivo da reunião foi: i/socializar informações; ii/discutir iniciativas comuns em apoio às candidaturas. Da parte da direção nacional da AE, reiteramos a importância de lançarmos, em todos os estados, ao menos uma candidatura vinculada a tendência. Reiteramos, também, a importância das direções estaduais construírem coletivamente as campanhas, tendo como objetivo reduzir os efeitos danosos que as campanhas eleitorais ao estilo burguês e nos marcos da legislação atual têm sobre o PT como um todo e inclusive sobre a AE.

Nas campanhas eleitorais, é mais do que evidente que alguns setores do Partido usam o controle desigual dos recursos financeiros para impor suas posições. Não é por acaso que nos períodos eleitorais há militantes e inclusive mandatários que rompem com a tendência, as vezes para trabalhar “profissionalmente” com candidaturas de outros setores do Partido, as vezes para poder definir com “autonomia” sua tática eleitoral. Não existe remédio mágico para estes problemas, mas tampouco devemos aceita-los como parte da paisagem. Por isso é importante o debate e o tratamento coletivo e acima de tudo politizado dos problemas. Finalmente, recordamos que nossas candidaturas são candidaturas do PT. E que as campanhas eleitorais, embora tenham relação com a disputa pelos rumos do PT, são um momento de disputa da sociedade pelo Partido. Isso vale tanto para definir nosso discurso de campanha, quanto para definir nossas “dobradas” proporcionais. Vale, também, para a maneira como devemos tratar as candidaturas majoritárias de militantes da AE. Particularmente estas candidaturas majoritárias são de todo o Partido.

 4.ENCAMINHAMENTOS DA REUNIÃO DAS CANDIDATURAS

Participaram ou foram representadas 42 candidaturas (sendo 1 a governador, 2 ao senado e 39 a assembleias legislativas e câmara, dos seguintes estados: RS, SP, MG, ES, RJ, AL, PE, RN, PI, SE, MS, TO, DF, MT, PA. Reafirmamos nosso propósito de criar um canal direto entre Dnae, direções estaduais e candidaturas para tratar exclusivamente da campanha 2022. Faremos outras reuniões nacionais, reuniões estaduais e reuniões setoriais (mulheres por exemplo). Serão criadas uma lista de envios e um grupo de zap para circular informações especificas entre candidaturas. Trabalharemos para i/circular informações ii/ajudar acesso recursos fundo eleitoral iii/ajudar na comunicação iv/contribuir na orientação v/ajudar na mediação. Próxima reunião das candidaturas será no dia 20 de março às 20h00.

 5.FEDERAÇÃO EM DEBATE

Realizamos no dia 11 de março uma reunião-debate da militância petista contrária à aprovação da chamada “federação”. O convite foi feito por José Genoíno, Articulação de Esquerda, Avante PT, Diálogo e Ação Petista. A EPS foi convidada e decidiu não participar. O Movimento PT foi convidado, mas informou que não tinha posição definitiva ainda. As demais tendências não têm posição oficial a respeito. Participaram online 210 pessoas.

 6.SETORIAIS

No dia 12 de março pela manhã ocorreu uma reunião nacional (virtual) de militantes da AE que são dirigentes de setoriais do PT, em todos os níveis. No próximo OM daremos um informe a respeito.

 7.REUNIÃO DE COMUNCIAÇÃO

A Dnae convoca, para o dia 16 de março, às 19h00, uma reunião nacional do grupo de comunicadores da AE. Pedimos a participação de: militantes da AE atuantes em iniciativas de comunicação da AE, do PT, de movimentos sociais, de sindicatos, do setor público e privado. Pauta: i/informes; ii/debate programático; iii/outras iniciativas.

 8.PRÓXIMO ANTIVIRUS

Será no dia 17 DE MARÇO, às 18h00, tendo como tema: “INCRÍVEL!!! 18 DE MARÇO SEXTA VAI TER REUNIÃO DO DIRETÓRIO NACIONAL DO PT.”

 9.Bancada

A próxima reunião nacional da bancada e assessorias será o dia 23 de março.

 10.FORMAÇÃO

A Dnae convoca, para o dia 28 de março, uma plenária nacional dos militantes participantes do projeto nova primavera e da conferência nacional de formação do PT, para fazer uma avaliação do processo. Um texto será produzido antes da plenária, para subsidiar os debates e eventualmente servir como base para uma resolução final. Vamos estimular os militantes a AE a participarem dos cursos da ELAPH, usando para isso os passaportes adquiridos. A Dnae comprará mais um lote de passaportes.

 11.Reunião de planejamento da Dnae

Será no dia 9 de abril, em São Paulo capital.

 12.CALENDÁRIO REUNIÕES DNAE 2022

(sempre as 19h00)

27 de março

24 de abril

22 de maio

26 de junho

31 de julho

28 de agosto

25 de setembro

23 de outubro

6 de novembro

27 de novembro

18 de dezembro

 12.SÉTIMO CONGRESSO DA AE

 Segue a proposta de regimento em debate na Dnae. Pedimos emendas e sugestões.

1.O sétimo congresso nacional da tendência petista AE vai ser realizado nos dias 27, 28 e 29 de maio de 2022.

2.A pauta do sétimo congresso será a seguinte: 1/análise da conjuntura e ações políticas e organizativas decorrentes; 2/eleição da direção nacional e conselho nacional de ética

3.O sétimo congresso será hibrido (presencial e virtual). A plenária presencial será em São Paulo capital. A transmissão será feita através de link divulgado oportunamente. Parte dos debates serão abertos ao público via redes sociais, parte será reservada aos congressitas.

4.O texto base do sétimo congresso será aprovado pela direção nacional da AE e divulgado até o dia 27 de abril. A proposta de nominata da nova direção nacional e do conselho de ética nacional será apresentada no início dos trabalhos do congresso.

5.Terão direito a voz e voto no sétimo congresso delegadas e delegados eleitos nos congressos de base (municipais e/ou regionais).

6.Os congressos de base podem ser presenciais ou virtuais e devem ser convocados pelas respectivas direções municipais (onde existirem) ou pela direção estadual e nacional. A convocatória deve ser feita com cópia para a direção estadual e/ou nacional.

7.Os congressos de base devem ser realizados entre o dia 28 de abril e o dia 26 de maio. A ata dos congressos deve ser enviada imediatamente para a direção estadual e nacional. As atas serão revisadas pela tesouraria nacional.

8.Terão direito a voz e voto nos congressos de base militantes da AE filiados na tendência até o dia 27 de abril de 2021 e que estejam em dia com as contribuições financeiras até o dia 27 de abril de 2022, conforme lista divulgada pela tesouraria nacional da AE.

9.Militantes filiados a AE depois de 27/4/2021 poderão votar e ser votados, mas seu voto na eleição da delegação nacional deve ser anotado a parte nas atas, só tendo efeito caso o congresso nacional homologue.

10.Em nenhum caso terá direito a voz e voto no congresso, em nenhum dos níveis, militantes inadimplentes. Lembramos aos militantes desempregados, sem fonte de renda ou enfrentando dificuldades extraordinárias que a tesouraria nacional está à disposição para buscar resolver todas as pendências.

11.Tendo em vista a possibilidade do PT convocar encontro de tática nacional ou atividade similar na data prevista para a realização do congresso, a DNAE fica autorizada a mudar a data da plenária final.

 13.ATIVIDADES  NOS ESTADOS

A Dnae vai retomar as caravanas da DNAE/viagens aos estados. Estão sendo combinadas atividades nos seguintes estados: RN, MS, PI, AL.

 13.CENSO E MAPEAMENTO

Logo após o sétimo congresso, a Dnae vai realizar um mapa das candidaturas da AE, um mapa de nossa presença em setoriais e atualizar o censo da AE.

 14.COMUNICAÇÃO

O próximo Página 13 sairá antes do 31de março/1 de abril. A proposta de pauta circulará proximamente. Podemos fazer eventualmente edições impressas. A revista EP deve lançar uma edição em 2022, pós eleição. A página eletrônica segue sendo atualizado diariamente, tendo como editor o companheiro Jakoby. O OM segue saindo toda vez que necessário. O Contramola, o Antivírus e o Poadcast seguem sendo produzidos, com as periodicidades conhecidas. Ademais, estamos em fase de edição e diagramação de vários livros: dois sobre conjuntura, três sobre socialismo, um sobre os 100 anos do partido comunista.

 15.CONSULTA AE PONTÃO (RS)

A Dnae recebeu uma carta de militantes da AE RS, dirigida a Dnae. A carta pede que a Dnae os oriente em relação à postura de alguns militantes. São citados dois assuntos relativos a cidade de Pontão: i/a tática eleitoral em 2020 e ii/a votação de uma “medida cautelar” na CEE. A Dnae decidiu solicitar maiores informações e sugerir um encaminhamento à AERS.

 16.CONSULTA POPULAR, LEVANTE E DISPARADA

Na próxima reunião o companheiro Patrick Araújo dará um informe a respeito.

 17.EXPEDIENTE

 Orientação Militante é um boletim interno da Direção Nacional da tendência petista Articulação de Esquerda. Responsável: Valter Pomar. A direção da tendência é composta por: Mucio Magalhães (PE) acompanhamento do PI, PE, PB e SE; Valter Pomar (SP), coordenação geral, comunicação e acompanhamento das regiões Sudeste e Norte e do Maranhão; Damarci Olivi (MS), finanças; Daniela Matos (DF), formação, cultura, LGBT e acompanhamento do MT e GO; Natalia Sena (RN), acompanhamento da bancada parlamentar e dos Estados do RN, CE, BA e AL; Jandyra Uehara, sindical e acompanhamento dos setoriais de mulheres; Patrick (PE), acompanhamento da juventude, do setorial de combate ao racismo, do MS e DF; Júlio Quadros (RS), acompanhamento dos setoriais de moradia, rurais e da região Sul. Comissão de Ética: Jonatas Moreth(DF), titular; Sophia Mata (RN), titular; Izabel Costa (RJ), suplente; Pere Petit (PA), suplente.

 

Deixe um comentário