Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo acordam prioridades de mobilização e organização pós-eleitoral

Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo acordam prioridades de mobilização e organização pós-eleitoral

Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo acordam prioridades de mobilização e organização pós-eleitoral

Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo acordam prioridades de mobilização e organização pós-eleitoral

A Operativa conjunta das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo reuniu-se na segunda-feira (07) dando continuidade à discussão sobre a conjuntura política e os desafios colocados para o campo popular a partir da eleição de Lula presidente. Está é uma síntese da discussão e dos encaminhamentos:

1. As manifestações antidemocráticas bolsonaristas que bloquearam estradas e vias públicas em todo o país, foram desautorizadas pela justiça, desmoralizadas pela opinião pública e praticamente cessaram. Pequenos grupos radicalizados continuam reunindo-se em frente à quartéis em algumas cidades clamando por um golpe militar. Seguimos monitorando esse tipo de mobilização autoritária, sempre dispostos a ir às ruas em defesa da democracia e da soberania popular.

2. Nossa próxima data de mobilização unitária será o dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, convocado pelas organizações do movimento negro com o mote “Por um Brasil com democracia e sem racismo”. A manifestação nesta data tem um caráter simbólico adicional neste ano, pois é a primeira depois da vitória de Lula e sinaliza a retomada de um caminho de superação do racismo no Brasil, oposto ao pesadelo vivido nos últimos anos com um Estado empenhado em negar o racismo e promover a exclusão do povo negro. Divulgaremos, ainda esta semana, uma convocatória específica para este dia com orientações políticas e organizativas.

3. Propomos ao conjunto das organizações que constroem às frentes, bem como aos partidos, centrais sindicais e demais organizações que atuaram conosco na Campanha Fora Bolsonaro a realização de uma Plenária Nacional de organização das lutas populares no dia 7 de dezembro, com a participação presencial de organizações nacionais e de representantes dos estados; aberta à participação online de comitês populares e da militância em geral.

4. Nosso objetivo com esta plenária é atualizar nossa visão comum da conjuntura, resgatar nossa elaboração programática expressa em documentos como o “Superar a Crise e reconstruir o Brasil” produzido pelos movimentos populares e organizações da sociedade civil e a “Pauta da Classe Trabalhadora” sistematizada pelas centrais sindicais e ainda fazer apontamentos para o nosso calendário de mobilização no próximo período, com destaque para a posse popular do Presidente Lula no dia 1º Janeiro.

5. Analisamos ainda a hipótese da realização de um dia de mobilização popular em defesa da democracia, da soberania do voto e de um projeto popular para o Brasil baseado em nossas bandeiras de luta. O dia da diplomação do Presidente Lula no TSE, cuja data ainda será definida, foi apontado como uma boa oportunidade para esta mobilização a qual voltaremos a discutir nos próximos dias.

São Paulo, 08.11.22

Frente Brasil Popular
Frente Povo Sem Medo

 

Deixe um comentário